Chile: Roteiro de 8 dias em Santiago e redondezas

Por Natália Góes

Neste post relato minha viagem a Santiago em janeiro de 2016; nele vou descrever o roteiro que fiz e dar algumas dicas a mais sobre hospedagem e transporte.

Cheguei em Santiago no dia 31/12/15 a tarde e voltei ao Brasil no dia 08/01/16 a noite, estando, aproximadamente, 8 dias inteiros por lá.

Vista dos Andes durante o vôo do Rio de Janeiro para Santiago
Falando um pouco sobre o roteiro da minha viagem, listei abaixo, de maneira geral, a organização que eu utilizei dia a dia. Dessa forma, é facil adaptar o seu roteiro, baseado no meu, independente de quantos dias você planeja ficar por lá. ;)


Se você vai ficar menos tempo em Santiago e busca um roteiro de 3 dias, não deixe de conferir as dicas que a Mari deixou aqui

Vamos ao roteiro:

Dia 1: Ida a Montanha

Fui conhecer o Valle Nevado. Mesmo estando no verão e sabendo que não encontraria neve, eu queria muito subir as montanhas. Como era feriado (1 de janeiro), estava tudo fechado. Haviam apenas banheiros (gratuitos) para os visitantes. No Roteiro de 3 dias que a Mari escreveu aqui para o blog ela mostra fotos do Valle Nevado coberto de neve (ela esteve no fina de abril).

Além do Valle Nevado há outras opções de visita nas montanhas (outras estações de esqui) como Farellones, El Colorado e La Parva. Em Santiago as empresas oferecem diferentes tipos de tour para cada um deles.

Contratei transporte particular neste dia. No final do post vou falar mais sobre isso.

Valle Nevado
Cabine do teleférico exposta no Valle Nevado

Dia 2: Visita à Emiliana Vineyards (Vale de Casablanca) + Valparaíso + Viña del Mar

Eu apenas visitei as instalações da Emiliana Wineyards e fiquei apaixonada!! Sei que a possibilidade de fazer uma visita guiada e também degustação. Verique o site oficial desta vinícola caso tenha interesse. A região do Vale de Casablanca é famosa pela produção de excelentes vinhos brancos.

Sobre Valparaíso e Viña del Mar eu vou falar com mais detalhes em outro post.

Emiliana Vineyards
Porto de Valparaíso
Relógio de Viña del Mar

Dia 3: Visita e degustação na Viña Undurraga + Pomaire + Isla Negra + Algarrobo

A Viña Undurraga localiza-se no Valle del Maipo, mais uma região famosa no Chile pela produção de bons vinhos. Saindo de lá, seguimos para Pomaire para almoçar em um dos restaurantes típicos e caimos na estrada novamente até chegar em Isla Negra, onde o objetivo era visitar a casa de Pablo Neruda. A ultima parada do dia foi em Algarrobo, no Condomínio San Alfonso del Mar, para ver a maior piscina do mundo (mais de 1 Km de extensão). Contratei transporte particular neste dia.

Visita a Viña Undurraga
Empanada gigante em Pomaire

Casa de Neruda em Isla Negra

Dia 4: Passeio a pé pelo centro de Santiago

Iniciei pelo Palacio La Moneda, sede do governo, e terminei o dia no Cerro Santa Lucía. Durante o dia passei pelo Centro Cultural La Moneda, Plaza de Armas, Paseo Ahumada, Mercado Central, Barrio Belas Artes e Barrio Lastarria. Fiz os passeios deste dia por minha conta, acessando os pontos de interesse de metro ou caminhando.
La Moneda e o Centro Cultural La Moneda, localizado abaixo dele
Cerro Santa Lucía visto de cima

Praça no Cerro Santa Lucía
Vitrine de frutos do mar no Mercado Central

Dia 5: Visita e degustação nas Viñas Santa Rita e Concha y Toro

Eu adoro visitar vinícolas, então para mim este programa nunca é demais. Contratei transporte particular neste dia.
Vinho servido durante a degustação da Viña Santa Rita
Viña Santa Rita
Entrada da Concha y Toro

Dia 6: Troca da guarda em La Moneda + La Chascona + Zoo de Santiago + Cerro San Cristobal 

Este foi mais um dia que fiz os passeios por minha conta, acessando os locais por meio de metro ou caminhada. Indico demais assitir a Troca da Guarda. Ela ocorre em dias alternados, às 10h. Mas é bom chegar um pouco mais cedo para não perder nenhum detalhe (no dia que eu fui a cerimônia começou as 9:55h). Dura cerca de 40 minutos.

Cerimônia de Troca da Guarda na Plaza Constitución
Muro próximo à La Chascona com grafite em homenagem ao poeta Neruda

Flamingos no Zoo de Santiago
Subida de funicular para o Cerro San Cristobal

Dia 7: Free Tour em Santiago +  Sky Costanera

Adorei o Free Tour que peguei em Santiago. O ponto de encontro é em frente a Catedral, na Plaza de Armas, e os guias vestem camisas vermelhas. O tour ocorre diariamente em dois horários: 10h e 15h, e é realizado em 3 idiomas: inglês, espanhol e português. Não precisa reservar, é só chegar. Durante o tour o guia (no meu tour foi o Nelai) vai contando uma infinidade de curiosidades sobre a cidade e os acontecimentos históricos. Ao final do trajeto é dada uma gorjeta como cortesia pelo tour.

Sky Costanera é um mirante de 360 graus a 300m de altura onde é possível ver toda a cidade de Santiago. Foi inaugurado em agosto/2015 e fica localizado dentro do shopping Costanera Mall.

No canto direito inferior da foto, de camisa vermelha, estão os 2 guias do Free Tour Santiago. Este é o ponto de encontro: em frente a Catedral

Sky Costanera

Parte da vista da cidade a partir do Sky Costanera

Dia 8: Outlet Premium Buenaventura + Ida para o aeroporto

Fiquei curiosa para conhecer o Outlet Premium Buenaventura porque havia lido em alguns blogs que os preços eram interessantes. A cotação do real na época da minha viagem não favoreceu muito as compras, ainda assim consegui comprar algumas coisas a preços menores. E há várias lojas de grife como Lacoste, Levis, Guess, Gap, Nike, etc. Realmente a variedade de produtos me imprecionou mais que os preços em si (pois não achei tão baixos). Mas repito: a cotação que peguei não estava boa. Pode ser que uma cotação melhor seja mais proveitoso. ;)

Outlet Premium Buenaventura

Nos próximos posts sobre o Chile vou dar mais detalhes sobre este roteiro.


Hospedagem

Recomendo demais o bairro Providência. Tem vários bares, restaurantes e uma boa oferta de estações do metrô, o que facilita demais o acesso a diferentes pontos da cidade. Fiquei em um apart hotel (um apartamento quarto e sala) que reservei pelo Booking e a localização era excelente (5 minutos a pé da estação de metrô Pedro de Valdivia). Também tinha limpeza diária e era super silencioso. Chama-se Lobato Apart Hotel e o Sr. Lobato, proprietário, também foi super atencioso com a gente.

Cozinha americana ao lado da sala no Lobato Apart Hotel

Quarto (suite) no Lobato Apart Hotel

Transporte Particular

Antes da minha viagem uma amiga minha me indicou a Rosa, guia de turismo em Santiago, e entrei em contato com ela via Whats app pouco antes da minha viagem. A Rosa é uma chilena super fofa que nos recebeu com o maior carinho do mundo e cheia de dicas sobre a cidade. Eu super indico os serviços dela por lá para quem quiser contratar passeios ou transporte para as atrações em Santiago ou redondezas. Ela tem uma van grande e confortável para acomodar toda a família. Além dos passeios, a Rosa também nos pegou no aeroporto na chegada a Santiago.

O contato da Rosa é: +569 92202832. Não esqueçam de falar que foi a Natália do blog Profissão Turista que indicou, ok?

Esta é a Rosa, nossa guia em Santiago

Cotação

No período que estive no Chile, a cotação do real variou de 155 a 180. Os momentos que encontrei melhor cotação foram em dias úteis, no horário comercial e nas casas de câmbio do centro (próximas ao Paseo Ahumada). Também existem varias casas de cambio em Providencia na Avenida Pedro de Valdivia. A cotação da Cambios Santiago estava a melhor nesta região e pode ser verificada pela internet, até mesmo do Brasil (antes da sua viagem, para preparar o bolso).

*Qualquer duvida ou comentário sobre este post, não deixem de utilizar a caixa de comentários abaixo.

Comentários

  1. Olá Natália, tudo bem?
    Adorei seu roteiro!! Penso em fazer passeios parecidos, mas quero visitar o Atacama também.
    Sobre a Rosa, você poderia dizer +/- quanto ela cobra pelos trajetos? Por exemplo, para ir até Viña e as vinícolas?
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ruany. Que bom que gostou :) Obrigada pela visita e comentário.
      Quando estive no Chile estes passeios que você mencionou custavam na faixa de 28.000 a 33.000 pesos chilenos por pessoa. Mas, claro, devem ser negociados novamente porque variam de acordo com a época da sua visita, reajustes do país, e até mesmo de quais llocais você quer visitar. Existem vinicolas super afastadas de Santiago, as quais a visita é mais cara. Recomendo entrar em contato com a Rosa e solicitar um orçamento atualizado.
      Abraços,
      Natália

      Excluir
  2. Gostaria de saber também os valores da guia e também dos passeios, esses valores em reais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Obrigada pelo seu comentário por aqui =)
      Para saber os preços atuais, recomendo que entre em contato diretamente com a guia pelo telefone que informei e solicite um orçamento baseado nos locais que gostaria de conhecer. Quano fui não paguei nada em reais... então não sei a faixa que seria cobrada na conversão.
      Abraços,
      Natália

      Excluir
  3. Oi Natalia, tudo bem? Vou para o Chile agora no final de julho. Você poderia me passar seu whatsapp para tirar algumas dúvidas? Obrigada
    Vívian Aguiar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivian! Obrigada pelo comentário =)
      O melhor canal para nos contactar é por e-mail: profissaoturistaoficial@gmail.com

      Aguardamos sua mensagem.

      Beijos

      Excluir
  4. Parabéns pelo blog, vai me ajudar na montagem do meu roteiro ao Chile.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada por deixar o seu comentário por aqui :)

Postagens mais visitadas