Visita a Bodegas no Uruguai - visita guiada, almoço e degustação

Por Natália Góes

Vinho: tem bebida melhor para embalar uma viagem especial?

Descobri todo o charme desta bebida há poucos anos, mas desde então tento encaixar esta nova paixão nas viagens que faço. Neste relato vou contar minha experiência em 2 bodegas próximas a Montevidéu, Uruguai.


Bodega Bouza


Na minha primeira ida ao Uruguai em 2013 tive a oportunidade de visitar a Bodega Bouza. Optei por realizar a visita guiada acompanhada de um almoço no restaurante da Bodega, o qual era muito elogiado em vários sites que pesquisei. Não me arrependi na minha escolha: o restaurante é mesmo muito bom! Eu e minhas amigas saímos satisfeitas e com algumas garrafas de vinho Bouza na bagagem.

Eu saindo toda satisfeita da Bodega Bouza em 2013 com minha caixa de vinhos

Quer dicas de restaurante em Montevidéu? Então clique aqui :)


Em 2014 eu repeti a fórmula porque queria ter aquela experiência outra vez. As instalações da Bodega Bouza são lindas! E durante a visita guiada o guia vai explicando todo o processo de produção dos vinhos, sobre os vinhedos e variações das uvas que eles usam na produção, sua procedência e também sobre a história da família Bouza. Visita-se também a área de produção, onde estão os tanques de fermentação dos vinhos, e também a adega, onde estão todos os barris de carvalho, onde repousa o vinho Bouza. É bem interessante. E, além de tudo, é um programa para todas as idades! As crianças ficam enlouquecidas com os animais que existem na propriedade: capivaras, pavões, galinhas, e por aí vai! A visita termina no museu que abriga a coleção de carros do Sr. Bouza. Tem vários modelos antigos, em perfeito estado, para todos os gostos. E por lá todos garantem que todos eles funcionam. Para fechar com chave de ouro, novamente almocei no Restaurante Bouza... não dá para deixar passar esta oportunidade.



Parte das instalações da Bouza

Um dos pavões que circulam livres pela propriedade

Vinhedos que podemos visitar na propriedade

Barris de carvalho que armazenam o vinho

Entrada do museu de automóveis do Sr. Bouza

Parte da coleção do Sr. Bouza

Mais um pouco da coleção do Sr. Bouza

Na propriedade também tem uma loja que vende os produtos Bouza, embalagens para avião, e uns mimos relacionados ao consumo do vinho. Vale uma passadinha também ao final do passeio.

Informações úteis (lembrando que os preços e horários referem-se ao período de abril/2014):

- As visitas guiadas ocorrem de segunda a sexta às 11h, 13:30h e 16h; e aos sábados, domingos e feriados regionais às 11h e as 16h, e tem duração aproximada de 50 minutos.

- O agendamento deve ser feito através deste e-mail: visitas@bodegabouza.com com alguma antecedência (principalmente para quem pretende almoçar no restaurante, que é bastante concorrido);

- É oferecido o serviço de transporte, que pode ser solicitado e negociado durante a reserva do restaurante ou degustação. Na época de minha visita custava 1700 pesos uruguaios para 2 pessoas em veículo compartilhado.

Quanto a degustação de vinhos, eles oferecem 2 modalidades:

- Degustação Premium: 4 tipos de vinhos de parcelas únicas (1 branco e 3 tintos) acompanhados por queijos regionais, seleção de frios e pães frescos. Custo: 1.200 pesos uruguaios por pessoa. A degustação inclui a visita guiada.

- Degustação Clássica: 4 tipos de vinhos da linha clássica (1 branco e 3 tintos) acompanhados por queijos regionais, seleção de frios e pães frescos. Custo: 750 pesos uruguaios por pessoa. Também inclui a visita guiada.

Em relação ao restaurante da Bodega Bouza, trata-se de um restaurante de cozinha internacional com cardápio à la carte. O custo médio de uma refeição por pessoa gira em torno de 1000 a 2000 pesos uruguaios, e também inclui a visita guiada.

O recomendado é realizar as 3 opções oferecidas pela Bodega Bouza: a visita guiada, a degustação e o almoço, desde que caiba tudo isso no seu tempo e no seu bolso ;)


Passeio pelos vinhedos da Bodega Bouza


Bodegas Carrau



Pesquisando na internet sobre as bodegas uruguaias cheguei ao site da Bodegas Carrau. Me chamou a atenção o fato da produção de vinhos ser uma tradição da família Carrau desde 1752.


A história começa na Catalunha, Espanha, com Don Francisco Carrau Vehils, um pescador que adquiriu o primeiro vinhedo da família. A partir desse momento a família Carrau passou a fazer parte de um pequeno grupo de famílias que se dedicou a cultivar uma tradição que transcendeu gerações ininterruptas de produtores de vinhos finos.

Após estudar enologia em Vila Franca del Penadas, Juan Carrau Sust decidiu atravessar o Atlântico com Catalina Pujol, sua esposa, e se instalarem no Uruguai. Seu filho, Juan Carrau Pujol, em 1975, fundou a vinícola Vinos Finos Juan Carrau, lançando também os vinhos Castel Pujol, uns dos primeiros vinhos finos do Uruguai. Hoje a Bodegas Carrau é uma empresa uruguaia e continua sendo familiar, sendo conduzida por 5 irmãos (netos de Juan Carrau Pujol) que se propõem a honrar os mais de 260 anos de sabedoria de seus antepassados na produção de vinhos finos.


Entrada para a adega
Reservas para visita guiada e degustação, em geral, são agendadas para terças, quintas e sextas em 2 horários: 10:30h e 14:30h. Lembrando que estes horários e preços referem-se a abril/2014. A proposta deles é a seguinte: realizar a visita guiada pelas instalações da Bodegas Carrau, seguida da degustação de 3 a 4 tipos de vinhos, acompanhados por biscoitos, queijos e frutas secas. A duração prevista para este tipo de visita é 90 minutos e o custo, por pessoa, é de 25 dólares. Informações e reservas podem ser feitas através do endereço: info@bodegascarrau.com

Entrada da Bodegas Carrau

Barris de carvalho armazenando o vinho

Fermentação dos espumantes


Eu adorei a visita que fiz a Bodegas Carrau. Desde os e-mails que troquei com eles para agendar a visita, já havia percebido o quanto são atenciosos. Nossa visita e degustação foi realizada diretamente com a elegante Margarita Carrau, diretora da empresa, e neta de Juan Carrau Pujol. Ela nos apresentou todas as instalações e grande parte da linha de vinhos (uns 7 tipos, deliciosos), incluindo alguns premiados como o Tannat de Reserva.

Degustação de vinhos finos

Alguns dos vinhos que pudemos degustar
 Ao final da degustação e visita, ainda fizemos umas comprinhas na loja da empresa, onde pudemos escolher vinhos de diferente safras e uvas a preços ótimos!



Parte dos vinhos a venda na loja da bodega

Loja da Bodegas Carrau

Para concluir, recomendo demais ambas as visitas! Embora as duas sejam grandes produtoras de vinhos uruguaios, cada uma tem sua idade, estilo e maneira diferente de se apresentar. São visitas completamente diferentes entre sí, e ambas igualmente enriquecedoras.

As bodegas se localizam próximas, vejam só no mapa que preparei abaixo. Eu consegui conciliar as 2 visitas no mesmo dia, sendo a primeira visita à Bodega Bouza para visita guiada e almoço, e a segunda à Bodegas Carrau para visita guiada e degustação. Aluguei um carro pela Rental Cars quando cheguei ao Aeroporto de Montevideu e com ele fui até as duas bodegas.



Mapinha que preparei mostrando a distância entre as duas bodegas

Alguém ai já visitou alguma dessas bodegas? Se sim, conte pra gente nos comentários! Vamos adorar!!!

Até a próxima trip, pessoal!

Nat

Comentários

  1. Boa tarde Natalia, que achado esse seu blog! Eu pensei em fazer esse mesmo tour de vinícolas, irei na primeira semana de março para Montevidéu. Irei com minha família, somos 4 adultos, você sabe dizer se alguma empresa de turismo faz esse passeio das duas vinícolas no mesmo dia, pois não gostaríamos de alugar carro. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Que bom que está gostando do blog e das dicas :)
      Da primeira vez que estive em Montevidéu eu fui com um grupo de 6 amigas. Na ocasião não alugamos carro e reservei transporte para nós todas tanto para a Bodega Bouza, quanto para o translado aeroporto-hotel e achei que valeu demais! A empresa que eu fiz contato foi indicação da própria Bouza. O contato é Ricardo (urutransport@gmail.com) e eles são super sérios e gentis. Acho que você consegue sem problemas combinar com ele um orçamento para que sejam cobertas as 2 visitas. ;)
      Espero ter ajudado.
      Boa viagem e conte pra gente aqui como foi sua experiência depois ;)
      Natália

      Excluir
  2. Oi Natalia,
    Adorei as dicas! :)
    Eu e meu marido vamos a Punta no Carnaval e em seguida ficaremos 2 dias em Montevideo. Achei bem interessante conciliar o tour as duas vinícolas em um dia só! Você sabe se é viável ir de taxi entre as vinícolas? Ou melhor reservar um transporte?

    Obrigada e beijo,
    Vanessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vanessa! Fico muito feliz que tenha gostado das dicas!
      Olha, as vinícolas ficam um pouco afastadas do centro, numa região de rodovia, então não sei se seria muito fácil vc conseguir um táxi para ir de uma a outra não. Acho que reservar um transporte seria a opção mais prudente para evitar dores de cabeça durante o seu passeio. De qualquer modo, quando entrar em contato com as vinícolas por e-mail, pergunte se seria viável eles chamarem um táxi para um deslocamento curto. Pode ser que eles tenham algum contato de taxista ou empresa de taxi que atenda a este tipo de demanda.
      Depois que fizer o passeio, vou adorar saber como foi!
      Beijos

      Excluir
  3. Super obrigada, Natalia! Depois conto como foi tudo!
    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada por deixar o seu comentário por aqui :)

Postagens mais visitadas